Ouça agora na Rádio

N Notícia

AFP

FOTO: AFP

Árbitro da final da Copa da Rússia apitará Flamengo x Cruzeiro na Libertadores

Jogo de ida das oitavas de final será no dia 8, no Rio de Janeiro

Informações compartilhadas Superesportes
 
O argentino Néstor Pitana, de 43 anos, árbitro da final da Copa do Mundo da Rússia, entre França e Croácia, foi escalado nesta terça-feira pela Conmebol para apitar o primeiro duelo das oitavas de final da Copa Libertadores, entre Flamengo e Cruzeiro, marcado para o dia 8 de agosto, quarta-feira, às 21h45, no Maracanã.
 
O assistente Hernán Maidana, de 46 anos, que esteve na decisão do Mundial da Rússia, vencido pela França, também auxiliará Pitana no jogo do Rio de Janeiro. O outro bandeirinha será Gustavo Rossi (ARG). O quarto árbitro será Fernando Espinoza (ARG), enquanto o assessor internacional será Francisco Mondria (CHI).
 
Além de apitar a final da Copa do Mundo, Pitana tabalhou no jogo de abertura, em 14 de junho, entre Rússia e Arábia Saudita, e em mais três partidas: México e Suécia, na primeira fase, Croácia e Dinamarca, nas oitavas, e França e Uruguai, nas quartas de final.
 
Na Copa de 2014, no Brasil, Pitana havia arbitrado quatro jogos. Ele também trabalhou em confrontos da Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016, e da Copa das Confederações, em 2017.
 
Cruzeiro x Flamengo
 
O Cruzeiro foi o líder do Grupo 5, com 11 pontos, e terminou a fase anterior como a quinta melhor campanha entre os primeiros colocados. Já o Flamengo foi o segundo colocado do Grupo 4, com dez pontos, dois a menos que o River Plate (ARG).
 
Por ter sido primeiro na fase de grupos, o Cruzeiro fará a partida inicial no Rio de Janeiro e decidirá a classificação no Mineirão, em Belo Horizonte, no dia 29 de agosto, às 21h45.
 
 
Este será o primeiro confronto entre Cruzeiro e Flamengo na história da Libertadores. Os únicos duelos internacionais entre os clubes foram pela semifinal da Supercopa dos Campeões da Libertadores, em 1995. Na ocasião, os cariocas avançaram à decisão após vitórias por 1 a 0, no Mineirão, e 3 a 1, no Maracanã.
 
Se avançar às quartas, o Cruzeiro também terá pedreira pela frente. O rival sairá do confronto entre Libertad do Paraguai e Boca Juniors, da Argentina. Mais à frente, nas semifinais, os possíveis adversários seriam Corinthians, Colo Colo, Palmeiras e Cerro Porteño.
 
No caminho até uma eventual final, o Cruzeiro só definirá classificações em casa se enfrentar Boca Juniors-ARG (quartas de final), Corinthians, Colo Colo-CHI e Cerro Porteño-PAR (semifinais). Confrontos com Libertad-PAR (quartas) e Palmeiras (semifinais) seriam decididos fora de casa, pois esses adversários fizeram campanhas melhores como primeiros na etapa anterior do torneio.
 
Se conseguir chegar à final, o Cruzeiro teria o privilégio de fazer a finalíssima no Mineirão contra Racing-ARG, Independiente-ARG, Santos, Estudiantes de La Plata-ARG, Atlético Tucumán-ARG e Atlético Nacional-COL. O título seria decidido fora de casa diante de Grêmio (2º melhor primeiro) e River Plate-ARG (4º melhor primeiro).
 
Copa do Brasil
 
No ano passado, Cruzeiro e Flamengo decidiram a Copa do Brasil. Os mineiros ficaram com o título, o quinto do torneio, ao vencer nas penalidades após empates por 1 a 1, no Rio de Janeiro, e 0 a 0, em Belo Horizonte.
FONTE: Redação /Superesportes
Link Notícia