Ouça agora na Rádio

N Notícia

Foto: Divulgação/FIVB

FOTO: Foto: Divulgação/FIVB

Brasil vence a Argentina com dificuldade e emenda 6ª vitória na Liga das Nações

Seleção Brasileira permanece como o único time invicto no torneio

Informações Compartilhadas SuperEsportes

Seleção Brasileira Masculina de Vôlei voltou a sofrer na Liga das Nações, mas conseguiu encerrar a segunda semana da competição, disputada em Tóquio, com mais um triunfo, desta vez sobre a Argentina, por 3 sets a 2, com parciais de 25/20, 21/25, 26/28, 25/23 e 15/12. 

Dessa maneira, a Seleção Brasileira permanece como o único time invicto no torneio, já que a França foi derrotada pela Bulgária. No entanto, apesar do sexto triunfo em seis jogos, o Brasil não lidera a competição. Está no terceiro lugar, com 15 pontos, atrás de França e Irã, que somam 16. 
 
Além da Argentina, o time do técnico Renan Dal Zotto passou por Estados Unidos (3 a 0), Austrália (3 a 2), Polônia (3 a 1), Irã (3 a 2) e Japão (3 a 0) e vai fortalecido para a sequência do campeonato. 
 
Depois de vencer o primeiro set, o Brasil perdeu as duas parciais seguintes, se recuperou, venceu o quarto set e definiu a vitória no tie break. O cubano naturalizado brasileiro Leal foi mais uma vez o destaque do time brasileiro ao contribuir com 18 pontos. Wallace, com 15 pontos, e Lucarelli, com 13, também tiveram participação importante na partida.
"É um clássico, foi muito disputado, os caras vieram com tudo, mas conseguimos uma vitória muito importante. Estou muito feliz por fazer parte do grupo, por estar jogando. Meu trabalho até agora está bem feito. Espero seguir assim e ajudar o time", disse Leal. 
 
Os erros em excesso nas segunda e terceiras parciais fizeram com que o Brasil se complicasse na partida e deixaram os argentinos à vontade para virar o jogo e fazer 2 a 1. O rival foi liderado por Federico Pereyra, maior pontuador da partida, com 26 pontos.
 
No entanto, os brasileiros conseguiram encaixar o bloqueio, tiveram bom aproveitamento nos saques, fundamento com qual conseguiram cinco pontos no jogo, passaram a cometer menos erros - no final, a Argentina teve 42 erros e liderou a estatística negativa - e contaram com a eficiência de Leal no ataque. 
 
Com o fim da segunda semana da Liga das Nações, o Brasil deixa Tóquio e vai para Portugal. Na próxima sexta-feira, a equipe brasileira enfrenta a Sérvia, às 14 horas (de Brasília), na cidade de Gondomar.
FONTE: Supueresporte
Link Notícia