Ouça agora na Rádio

N Notícia

Na Estação Espacial Internacional podem habitar microrganismos extraterrestres

FOTO: © AFP 2017/ NASA PHOTO/BW

Na Estação Espacial Internacional podem habitar microrganismos extraterrestres

Na superfície externa da Estação espacial Internacional (EEI) podem existir microrganismos de origem extraterrena, disse aos jornalistas na sexta-feira (26) a assessoria de imprensa da Roscosmos.

"Os especialistas do Instituto Central de Pesquisa e Construção de Maquinaria estabeleceram, durante o experimento cósmico Test, que a superfície da EEI pode ser um depósito temporário de biomaterial extraterreno. A própria estação é um instrumento universal para pesquisas eco-biológicas", diz o comunicado da assessoria de imprensa. As infrmações são da Sputnik News.

Sublinha-se que o experimento Test está sendo realizado na EEI desde 2010. Ao todo, os astronautas russos coletaram 19 amostras de poeira da superfície da EEI. As amostras foram enviadas para a Terra de modo regular, o que permitiu obter dados detalhados sobre a composição química e biológica da poeira espacial.

 É necessário bastante tempo para definir a origem dos microrganismos presentes na superfície da estação e esclarecer se eles "foram levados" à estação durante a montagem da construção na Terra ou se vieram do espaço, afirmam os cientistas do Instituto.

O estudo dos aminoácidos presentes na superfície da estação baseia-se na análise de proporção de isótopos de carbono na sua composição. As amostras de origem espacial costumam ter mais carbono- 13C pesado, enquanto as de origem terrena — carbono-12 leve.

 "No entanto, a análise de isótopos é algo complexo, pois a quantidade de partículas de cometas depositada na superfície da EEI é mínima e, por isso, os métodos convencionais não dão resultado rápido. Os especialistas russos agora estão resolvendo este problema", nota-se no comunicado.

FONTE: Sputnik News
Link Notícia