Ouça agora na Rádio

N Notícia

Primeiro telescópio observador de pulsares parte rumo ao espaço

FOTO: © NASA. CXC / University of Potsdam/ L. Oskinova

Primeiro telescópio observador de pulsares parte rumo ao espaço

O veículo de lançamento Falcon 9 levará à órbita o telescópio NICER – primeira nave espacial, destinada especialmente a observar as pulsares, NASA escreveu em seu site.

"Há já algumas décadas estamos tentando resolver o quebra-cabeça de como é organizada a matéria nos núcleos destas estrelas superdensas. Contamos com muitas teorias que explicam a estrutura de núcleos de pulsares e a física que controla suas atividades. Após o lançamento do NICER, teremos a possibilidade de verificar estes aspetos", conta Keith Gendreau, chefe da missão do centro espacial da NASA Goddard Space Flight Center. Todas as informações são da Sputnik News.

De acordo com o astrofísico, este lançamento será notável, pois há quase 50 anos, em 25 de julho de 1967, os astrônomos Jocelyn Bell e Antony Hewish descobriram o primeiro pulsar — PSR B1919+21, na constelação de Velpecula.

 A densidade de pulsares é tão alta que átomos e elétrons deixam de existir, fazendo com que surja uma forma exótica de matéria constituída, segundo os cientistas, quase completamente por nêutrons. Os cientistas ainda não sabem que processos acontecem nos núcleos destas estrelas, como elas se esfriam e como mudam com o passar do tempo.

O lançamento do NICER e sua instalação na Estação Espacial Internacional (EEI), como esperam os cientistas, ajudará a encontrar respostas ao menos a algumas destas perguntas.

Conforme os planos da NASA, o NICER permanecerá na órbita durante 18 meses e coletará dados suficientes para que os astrônomos possam medir com precisão a força do campo magnético na superfície e nos polos de pulsares e compreender como se comporta a matéria deles.

Além disso, os cientistas tentarão transformar sensores supersensíveis e espelhos do NICER em um sistema estrelar do tipo GPS para detectar a posição da EEI ou para transmitir super-rápido a informação com uso de feixes de raios X.

 Tais sistemas de navegação e transmissão de dados, de acordo com os cientistas, podem se tornar elementos-chave para criar e enviar missões para planetas longínquos e estrelas fora do Sistema Solar.

O lançamento do Falcon 9 com o NICER a bordo estava previsto para 2 de junho, mas foi adiado por causa de vento forte. O novo lançamento está previsto para 3 de junho, às 17h00 no horário de Brasília.

FONTE: Sputnik News
Link Notícia