Ouça agora na Rádio

N Notícia

De olho em duelo, Cat Zingano garante saber como parar Cris Cyborg no UFC

FOTO: © Ethan Miller/AFP

De olho em duelo, Cat Zingano garante saber como parar Cris Cyborg no UFC

Americana viu brechas da brasileira em luta pelo cinturão dos penas

Cris Cyborg conquistou o cinturão peso pena ao derrotar Tonya Evinger  no UFC 214, em Anaheim, na Califórnia. E a brasileira já tem uma adversária em potencial: Cat Zingano. A Alpha luta na divisão dos galos (até 62kg), mas se mostrou dispostas a subir de categoria para desafiar a nova campeã feminina do Ultimate Figthing Championship. Todas as informações são do site SUPER SPORTES, acesse! 

Zingano, 35 anos, disse que assistiu à luta entre Cyborg e Evinger e percebeu que a brasileira tem algumas brechas que podem ser aproveitadas pelas futuras adversárias. E a norte-americana não escondeu o desejo de enfrentar a campeã, mesmo sendo em outra categoria de peso. 
 
“Eu aprendi muito assistindo à luta contra a Tonya. Não esperava ver a Tonya controlando o passo e dando trabalho para a Cyborg. Ao assistir essa luta, pensei: - Eu tenho algo para isso, tenho a resposta para isso e para tudo o que não deu certo para a Tonya” declarou a Alpha, em entrevista ao programa The MMA Hour.
 
“Essa luta abriu os meus olhos para algumas coisas e me deixou empolgada para entrar lá com essa garota. Acho que é o casamento do século e, se alguém tem o que precisa para derrubar a Cyborg, essa pessoa sou eu”, acrescentou a americana, que não luta desde a derrota para Julianna Peña no UFC 200, em julho de 2016, quando foi superada por decisão unânime.
 
Antes, Zingano desafiou a então campeã peso galo, Ronda Rousey, no UFC 184, em fevereiro de 2015, em Los Angeles. A Alpha não durou mais do que 14seg, quando levou uma chave de braço, especialidade de Rowdy, e não resistiu. Ela só voltaria ao octógono 15 meses depois e sofreu o segundo revés consecutivo, ante Julianna Peña. 
FONTE: SUPER SPORTES
Link Notícia