Ouça agora na Rádio

N Notícia

O Diário

FOTO: O Diário

Criminosos fazem refém e trocam tiros com a polícia durante ataque a agências bancárias

Criminosos explodiram agência do Banco do Brasil e tentaram explodir agência do Banrisul em Ibirubá

Criminosos usando fuzis atacaram duas agências bancárias em Ibirubá, no noroeste do Rio Grande do Sul, por volta das 4h desta sexta-feira (8). Depois de fazer um morador refém e de trocar tiros com um policial militar, os ladrões fugiram em três carros em direção ao município de Carazinho. Mais de 40 brigadianos realizam buscas e barreiras na região. Desde o início do ano, foram registrados três ataques com uso de explosivos no Estado.

De acordo com a Brigada Militar, eram pelo menos sete bandidos, mas não se descarta que o número seja ainda maior pelo fato de que três carros foram utilizados na fuga, um  Space Fox, um Range Rover e um Corsa. Primeiro, a quadrilha quebrou a porta do Banco do Brasil e explodiu a agência. Enquanto a ação era realizada, o grupo fez um morador como refém. Segundo a Polícia Civil, um jovem com cerca de 20 anos de idade teria ido até uma farmácia perto da agência no momento em que os criminosos preparavam os explosivos. Ele teria sido usado como uma espécie de garantia para a fuga caso algum policial chegasse ao local. A BM, de forma preliminar, diz que uma quantia em dinheiro foi levada do banco.

Depois do primeiro ataque, os bandidos foram até a agência do Banrisul, que fica distante 50 metros do Banco do Brasil.  A porta foi arrombada, mas eles não conseguiram colocar os explosivos porque foi acionada uma cortina de fumaça, usada como dispositivo de segurança para casos como este. Nesta ocasião, um policial militar de Ibirubá chegou ao local e trocou tiros com os ladrões que estavam se preparando para fugir. Ninguém ficou ferido, no entanto, dois carros de moradores e um estabelecimento comercial foram atingidos por disparos de arma de fogo.

Fuga

O PM acionou o colega, que estava no posto, para dar um alerta geral sobre a ação criminosa. Enquanto isso, os bandidos fugiram levando o refém. O jovem foi liberado cerca de um quilômetro depois da cidade. Apesar de não ter ferimentos graves, ele foi hospitalizado por estar em estado de choque.  A vítima já foi liberada. Segundo a BM,  os criminosos teriam se deslocado em direção aos municípios de Selbach e Colorado rumo à BR-285, provavelmente indo depois para a região de Carazinho por meio de estradas vicinais. Mais de 40 policiais militares estão realizando buscas. O Batalhão de Choque de Santa Maria e o Batalhão de Operações Especiais de Cruz Alta estão dando apoio. Também estão sendo feitas barreiras em toda a região. Os locais estão isolados para trabalho da perícia.

FONTE: O Diário
Link Notícia